Historia
Uma história de amor pela bicicleta

Desde a adolescência sempre sonhei em viajar pelo mundo, seja de caminhão, carro, ônibus… Aos vinte anos começou a idéia de um dia viajar de bicicleta quando eu estivesse aposentado… Quando falava desta idéia para minha mãe, me dizia que era louca… Sempre ficou este sonho em minha cabeça… Seguí minha vida como programador de sistemas, viajando de carro todos feriados, finais de semana, ferias… Sempre foi minha paixão viajar… Quando tinha 27 anos tive meu filho, solteiro, um presente de Deus, conforme foi crescendo viajava e acampava com ele desde os dois anos de idade… Aos 36 anos minha mãe faleceu e fui viver sozinho, uma nova experiência para mim, nunca tinha morado só, sempre com minha mãe. Meu último emprego de programador foi em um banco até outubro de 2003, logo depois estava desempregado e tive a triste idéia de montar um restaurante com um sócio… Esta vida de viver sozinho não durou muito tempo… Um dia assistindo um noticiário vejo uma senhora de 58 anos viajando de bicicleta pelo Brasil… Tudo veio em minha cabeça… O momento é agora… Não aguentava mais a sociedade e fiz um acordo de deixar o restaurante com ele, dava dez por cento da sociedade e em troca pagaria a escola do meu filho, infelizmente não cumpriu a palavra como combinado…

Aluguei meu apartamento, vendi meu carro, treinei um pouco para viajar, desmanchei namoro e foi daí tudo começou, dia 19 de abril de 2004. Assim já se passaram 13 anos e nunca mais voltei a ter uma vida normal… De 2004 a 2006, viajei de São Paulo a Belém de bicicleta… Voltei em julho de 2006 para São Paulo e conheci minha futura mulher, vivi dois anos em São Paulo na sua casa planejando a volta na América Latina de bicicleta. Criamos um teatro de fantoches De educação ambiental com bonecos feitos com garrafas pets. Partimos com este Projeto de educação ambiental em 2009, através do teatro de fantoches chamado Pé no Pedal e Lixo no Lixo. Foram 4 anos com este Projeto por 16 estados do Brasil e quatro países, Venezuela, Cuba, México e Portugal… Em março de 2013 voltamos para São Paulo e nos separamos. Em outubro do mesmo ano viajei de bicicleta de Curitiba para o sul do Brasil, Uruguay, Argentina, com um novo projeto chamado “BiciClar” (bicicleta com reciclar). Um projeto de oficina de reciclagem, onde ensinava as crianças nas escolas a fazerem bonecos de fantoches com garrafas pets… Foram nove meses viajando, parando nas cidades e levando esta oficina nas escolas até a cidade de Córdoba na Argentina onde fiquei mais tempo… Depos de cinco meses em Córdoba seguí viagem para o norte da Argentina até que quebrou a bicicleta e acabei pegando uma carona até a Bolívia porque meu visto de permanência ia terminar e resolvi voltar de Trem e ônibus para São Paulo. O primeiro semestre de 2015 morei em Maceió na casa de um casal maravilhoso, Sérgio e Eliane, que sempre me receberam em sua casa com muito carinho… Vendia os bonecos nas praias de Maceió e fazia as oficinas nas escolas… Em julho de 2015, voltei para São Paulo porque o inquilino entregou o apartamento e tive que ficar até relocar o apartamento… Depois de relocado fui para o apartamento da minha irmã onde fiquei de outubro até julho de 2016… Vendendo os bonecos, fazendo oficina nas escolas e até trabalhando de bikecourrie, entrega de documentos e comidas de bicicleta… Em julho de 2016 peguei um ônibus de São Paulo a Buenos Aires e em seguida a Bariloche onde morei 3 meses trabalhando voluntario em um Hostel… Em setembro fui a Córdoba de ônibus trabalhar voluntario em dois hosteis com a idéia de levar a oficina nas escolas junto com uma ONG de capacitação profissional e com o Ministério de Educação… Trabalhei em algumas escolas e vendia os bonecos de fantoches em feiras de artesanatos… Em dezembro de 2016, fui para Santiago, trabalhei voluntario em um Hostel e segui de bicicleta a Valparaíso onde me apaixonei por esta cidade, fui para ficar dois dias e fiquei dois meses trabalhando voluntario e vendendo os bonecos nas ruas… Voltei de ônibus e carona para Córdoba com a mesma idéia de fazer a oficina nas escolas junto com o ministério de educação… Até que vi que nada ia acontecer e resolvi voltar a Valparaíso onde vendia bem os bonecos… Foram dois anos e meio sem pedalar pesado, somente viagens de dois dias… Trabalhando en escolas com a oficina, vendendo bonecos nas ruas, fazendo entrega de comida Delivery… O objetivo deste período parado, sempre foi juntar dinheiro para poder viajar tranquilo sem se preocupar tanto com a falta de dinheiro principalmente para dormir… Minha renda fixa do aluguel é de 200 dólares ao mês é muito pouco para poder viajar tranquilo, até que consegui juntar uma grana para segurança… E assim no dia 15 de agosto de 2017, parti de Valparaíso para realizar meu grande sonho, que sempre foi em todo este período em completar a volta na América Latina de bicicleta com destino Colômbia.